Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.6/5 (3225 votos)


ONLINE
2




Partilhe este Site...

Flag Counter

Calendário lunar

 


Yorimá
Yorimá

http://images.comunidades.net/umb/umbandadobrasil/Yorim_.jpg

atributo

pureza

grau de atividade

castidade / luxúria

chefe de legião

PAI GUINÉ DE ANGOLA

guardiao de serventia

exu PINGA FOGO

aSTRO REGENTE

SATURNO

SIGNO

CAPRICÓRNIO / AQUÁRIO

POLARIDADE DO SIGNO

(-) / (+)

PERÍODO

22/12 A 20/01 – 21/01 A 19/02

ELEMENTO-ENERGIA

TERRA  / AR -  ENERGIA TELÚRICA

FORÇA SUTIL

TERRA (TELÚRICA) / AR (EÓLICA)

ELEMENTAR

GNOMO

PONTO CARDEAL

NORTE / LESTE

dia

SÁBADO

cor

VIOLETA

nota musical

vogal

O  ( õ )

número

5

geometria

pentagrama

ESSÊNCIA

EUCALIPTO, JUNQUILHO, ERVA CIDREIRA

CHAKRA

MULADHARA (SACRO OU BÁSICO)

LOCALIZAÇÃO

BASE DA ESPINHA DORSAL

GLÂNDULA

SEMINAIS, OVÁRIO

METAL

CHUMBO

mantra

LAM

MINERAL

HEMATITA E TURQUESA

FLOR

DÁLIA, PALMA, ORQUÍDEA, VIOLETA, FLORES LILÁS DE PÉTALAS GRANDES

Atividade espiritual da vibração de YORIMÁ

Yorimá foi um dos raros termos sagrados que se manteve sem nenhuma alteração. Assim como Yori, esse termo foi completamente esquecido, mesmo pelos povos que foram conhecedores da Proto-Síntese Relígio-Científica, dentre eles os africanos.

 

O termo sagrado Yorimá, o qual representa uma Potestade Cósmica, um Orixá, foi revelado, ou relembrado, através do Movimento Umbandista, em sua mais alta pureza e expressão.

 

Linha ou Vibração Original de Yorimá, que significa Potencia ou Ordem Iluminada da Lei. Composta dos primeiros Espíritos que foram ordenados a combater o mal em todas as suas manifestações e que podem exercer uma ação geral sobre os encarnados.

 

A Vibração de Yorimá é composta por diversas Entidades que alcançaram a maturidade espiritual, através da experiência, adquirida por meio de seculares encarnações, sendo, pois, os Senhores da Experiência. 

 

Utilizaram dessa experiência para a evolução, orientando muito principalmente Seres Espirituais ainda inexperientes e vulneráveis aos entrechoques individuais e coletivos que atendem suas próprias necessidades cármicas individuais ou coletivas.

 

Sua função se prende em orientar os filhos de fé no caminho da fé e da evolução, direcionando a níveis superiores, aos planos mais altos da vida, alcançadas através da humildade e sabedoria.

 

Essa Faixa Vibratória congrega os mestres da magia, da terapêutica natural e oculta. Senhores do cabalismo, são, por excelência os consultadores dos terreiros, os mestres da Magia em fundamentos e ensinamentos. São os Orixás, velhos, verdadeiros Magos, que velando suas formas cármicas, revestem-se das roupagens de Pretos-Velhos, distribuindo e ensinando as verdadeiras mirongas, sem deturpações.

 

Adaptam seus ensinamentos aos mais diversos níveis de entendimento das humanas criaturas, sempre de forma paciente e tolerante. São exemplos de humildade, paciência, tolerância, pois alcançaram patamares espirituais de elevadíssimo escol, mas dirigem-se aos simples e humildes, fazendo-o com amor só alcançado por quem já renunciou ao ilusório.

Atuam neutralizando as baixas correntes ou cargas pesadas oriundas da baixa magia. São mestres nesse mister e por sua experiência profunda, não raras vezes, se misturam com as falanges negras visando combate-las, sabotando assim as ações deletérias dos Gênios das Trevas. Ajustam e ideoplastizam seus Corpos Astrais para se infiltrarem no submundo astral, visando minar o poder ou mesmo esclarecer de maneira muito inteligente e sutil, as Almas aflitas que se encontram presas nas garras de verdadeiros marginais daquele plano. São mestres na Magia desfazendo os efeitos etéreo-físicos dos trabalhos de magia negra e por isso são chamados de Mandingueiros de Luz.

 

Yorimá é o Orixá do elemento TERRA, cuja corrente cósmica vem pelo cardeal Norte. Manipulam a magia positiva sob todos os aspectos, inclusive pelas rezas, tudo se relacionando com os elementares eólicos e telúricos da corrente eletromagnética do planeta SATURNO.

 

CARACTERES GRÁFICOS E SIGNIFICADO DA PALAVRA

grafia de yorimá

A palavra YORIMA se desdobra da seguinte forma silábica:

YO - Potência ou Princípio, Ordem

RI – Iluminado, Reinante

MA – LEI

Ordem Iluminada da Lei Divina

A Palavra Reinante da Lei

Potencia ou Principio da Lei em Movimento

O Mestrado da Sabedoria e da Magia

A Potencia da Palavra da Lei

 

Arcanjo e o SIGNIFICADO Do nome

O Arcanjo é YRAMAEL, que se traduz como:

Y - Potência ou Movimento

RA – Ser rei. Reinar

MA - Lei

EL – Deus

MOVIMENTO REAL DA LEI DE DEUS.

 

ORIXAS, GUIAS E PROTETORES

estrela de yorimá

Abaixo destas Entidades temos os Guias.  Algumas Entidades no Grau de Guia da Vibratória de Yorimá:


Pai Antonio D'Angola

Pai Chico D'Angola

Pai Chico das Almas

Pai Congo do Mar

Pai Congo Monjolo

Pai Ernesto de Moçambique

Pai Fabrício

Pai Jacó

Pai João D'Angola

Pai João D'Aruanda

Pai Jovino

Pai Mané

Pai Miguel das Almas

Pai Moçambique

Pai Serapião

Pai Simplício

Pai Tibiriçá

Pai Tomás

Pai Zé da Costa

Rei Congo

Tia Chica d'Angola

Vovó Ana

Vovó Angolá

Vovó Cambinda

Vovó Cambinda de Guiné

Vovó Catarina

Vovó Conga

Vovó Luiza

 

 

Abaixo destas Entidades temos os Protetores.  Algumas Entidades no Grau de Protetores da Vibratória de Yorimá:


Pai Bento

Pai Catumbê

Pai Celestino do Congo

Pai Chico Carreiro

Pai Cipriano

Pai Francisco d`Aruanda

Pai Jeremias

Pai João da Caridade

Pai Matias

Pai Saluciano

Pai Tião do Congo

Pai Tibúrcio

Tia Maria da Costa

Tia Rosa da Bahia

Vovó Barbina

Vovó Maria do Rosário

 

 

ATUAÇÃO E MANIFESTAÇÃO MEDIÚNICA

Nessa Faixa Vibratória estão situados todos os espíritos que se apresentam na Umbanda sob a Roupagem Fluídica de Pretos e Pretas Velhas.  Na adaptação popular dos terreiros diz-se como Linha dos Pretos-Velhos, Linha de São Cipriano, Linha dos Cacarucaio e até como Linha das Almas.

Na Linha de Yorimá, os Orixás Menores baixam, mas somente quando encontram médiuns positivos e limpos moral-espiritualmente, dando consultas profundas e esclarecedoras, como também, mensagens de caráter geral, visando incrementar a fé e a humildade no coração e na ação de seus filhos de fé. Atuam na incorporação, vidência e sensibilidade psicoastral.

As entidades no grau de Guias também são comuns nos terreiros. Profundos conhecedores da mente, do comportamento humano e de suas mazelas, ouvem e apascentam os filhos de fé. Também se utilizam de outras modalidades mediúnicas.

Os Protetores de Yorimá, juntamente com os Guias, utilizam muito as rezas, os benzimentos e os medicamentos da flora para os males físicos e astrais dos filhos de fé.

Ao pitarem seus cachimbos, veiculam com a fumaça portentosas vibrações que limpam o aura, desagregando até certas larvas condensadas (pelo pensamento cristalizado).

Quando um preto velho ou mesmo caboclo manipula magicamente a fumaça, sabe como fazê-lo, utilizando determinados elementos nocivos para destruir ou desestruturar bactérias, vírus e outros micro-organismos até de ordem astral que se encontram no ambiente.

São senhores do conhecimento em toda espécie de magia, profundos conhecedores da alquimia astral, a qual manipulam com destreza e sabedoria. Donos dos mistérios da natureza e da alma e senhores da pemba nos sinais riscados.

 

Atuam no corpo astral do médium na região do chacra genésico, que tem sua equivalência no corpo físico denso nas glândulas germinativas e anexos. No homem: testículos, próstata e vesículas seminais. Na mulher: ovários, úteros e trompas.

 

Atuam também no plexo frontal e cervical, produzindo na fenomênica mediúnica profundas alterações fisionômicas, psíquicas, vocais, posturais, etc.

 

Cansam muito o corpo físico, pela parte dos rins e membros inferiores, com a posse do aparelho, conservando-o sempre curvado.

 

Apresentam-se humildemente, falando um pouco embrulhado, mas, se necessário, usam a linguagem correta do aparelho ou do consulente. Falam compassados e pensando bem no que dizem. Raramente assumem chefia de cabeça, mas invariavelmente são os auxiliares dos outros Guias, o seu braço-direito. Geralmente gostam de trabalhar e consultar sentados, fumando cachimbo, sempre numa ação de fixação e eliminação, através da fumaça.

Os pontos riscados obedecem a uma série de sinais entrelaçados, às vezes retos, outros em ângulo. São encontrados neles, sinais semelhantes a certas letras dos alfabetos primitivos e dão logo os três sinais riscados expressivos da Flecha, Chave e Raiz.

 

Nas formas de pretos e pretas-velhas, existem os que se apresentam, por afinidade, como um angola, um congo, um cambinda, etc. e costumam conservar em sua forma astral, certas características que identificam chefia, entre os povos da raça negra, muito comum entre os que são qualificados como Protetores.

 

As denominações de Congo, Angola, Moçambique, Mina, etc. está geralmente ligada a uma raiz iniciática, ou seja, locais onde eles tiveram suas iniciações em encarnações passadas, que neste caso foi no continente Africano. Os que se dizem da Bahia ou de Minas, geralmente foram espíritos de grande evolução, grandes rezadores em tempos bem distantes.

 

Alguns dizem ser das Almas. Almas significa uma graduação. O espírito atinge um nível evolutivo tal que foi recrutado para a falange das Santas Almas Guardiãs do Cruzeiro Divino, atuando sob a chefia direta de São Miguel.

 

Os pontos cantados são os mais tristonhos entre todos e revelam um ritmo compassado, dolente, melancólico; traduzem verdadeiras preces de humildade. São fortes imagens que predispõem o mental às coisas do espiritual e, por meio de seu ritmo suave, ativam os centros superiores do indivíduo, bem como suas faculdades nobres, às vezes ainda adormecidas em muitos Filhos de Fé.