Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.6/5 (3223 votos)


ONLINE
5




Partilhe este Site...

Flag Counter

Calendário lunar

 


Xangô
Xangô

http://images.comunidades.net/umb/umbandadobrasil/Chave_de_Xang_.jpg

vibração

XANGÔ

atributo

SABEDORIA

grau de atividade

HUMILDADE / SOBERBIA

chefe de legião

caboclo XANGÔ kAÔ

guardiao de serventia

exu GIRA MUNDO

aSTRO REGENTE

JÚPITER

SIGNO

PEIXES / SAGITÁRIO

POLARIDADE DO SIGNO

(-) / (+)

PERÍODO

20/02 a 20/03 - 22/11 a 21/12

ELEMENTO-ENERGIA

ÁGUA / FOGO – ENERGIA ÍGNEA

FORÇA SUTIL

ÁGUA (HÍDRICA) / FOGO (ÍGNEA)

ELEMENTAR

SALAMANDRAS

PONTO CARDEAL

OESTE / SUL

dia

QUINTA-FEIRA

cor

VERDE

nota musical

SOL

vogal

y

número

4

geometria

QUADRADO

ESSÊNCIA

MIRRA, BÁLSAMO, HELIOTRÓPIO

CHAKRA

ANÂHATA (cardíaco)

LOCALIZAÇÃO

coração

GLÂNDULA

timo

METAL

ESTANHO

mantra

YAM

MINERAL

AMETISTA E TOPÁZIO

FLOR

CRAVO, LÍRIO, PALMA

 

Atividade espiritual da vibração de XANGÔ

A Vibração de Xangô reflete a JUSTIÇA DIVINA. Xangô é o Senhor que afere em sua Balança da Justiça todas as Almas. Também é o Senhor do FOGO, o Fogo Sagrado que tudo ilumina e tudo corrige através de seu poder radiante.

 

Sua atividade espiritual é fazer cumprir a Lei de Ação e Reação, ou seja, a Lei Kármica ou Karmânica. Como Dirigente das Almas, com seu Fogo Divino, Xangô vem iluminar o caminho a ser seguido e ajudar a humanidade a se libertar dos grilhões milenares dos enganos que escravizam a consciência.

 

Sua função prende-se aos conceitos mais puros e elevados sobre a JUSTIÇA CÓSMICA, promovendo assim a aferição kármica de nosso estado espiritual, pesando os méritos e os deméritos, a fim de aplicar a Justiça.

 

A Vibração de Xangô é uma das componentes diretas da CORRENTE DAS SANTAS ALMAS DO CRUZEIRO DIVINO a qual é comandada pelo Mediador do Orixá Ancestral Xangô, o Glorioso Mikael, o qual é Senhor da Balança, da Lei e do Destino.

 

É a Linha de Força Espiritual sob a qual estão situados todos os Espíritos que fazem executar a Lei Kármica, pela aferição das Causas. Atua dissipando as correntes pesadas que vêm pelas Almas insubmissas e aflitas através de seu Fogo Sagrado.

 

É também a Faixa Vibratória que dá assistência e formação direta aos Tribunais Inferiores do Astral, atuando no submundo astral, onde através de seus Sub-tribunais, neutraliza os marginais, encaminhando-os às escolas corretivas ou mesmo às prisões ativas, isto é, aquelas em que o ser fica ligado a um compromisso de resgate e mesmo de vigia nas Zonas condenadas do submundo astral ou nas zonas abismais.

 

Neutralizam também correntes afetivas conturbadas e desajustadas das humanas criaturas, além de amparar aqueles que por algum motivo foram atingidos por Seres do astral inferior. Atuam combatendo assim a Magia Negra, usando as energias ígneas, que tudo destroem e purificam.

 

Esses espíritos ou Entidades trabalham muito na magia positiva, com os elementares ígneos e hídricos pela corrente eletromagnética do Planeta JÚPITER.

 

CARACTERES GRÁFICOS E SIGNIFICADO DA PALAVRA

GRAFIA DE XANGÔ

No termo XANGÔ ou CHANGÔ, a primeira sílaba mágica também compõe a palavra Orixalá[1], em sua sonância original. Eis, portanto, a palavra certa CHANGÔ ou a variação CHAMGÔ que gerou SHANGÔ e depois XA-ANGÔ ou XANGÔ:

SHAN ou CHAM[2] - O Fogo Subterrâneo

– Senhor, Dirigente

ANGÔ – O Fogo Oculto.

– Raio, Fogo, Alma

 

O Senhor das Almas e do Elemento Ígneo

Movimento de Vibração da Energia Oculta

O Raio Oculto ou o Senhor do Fogo

O Raio Oculto ou a Alma do Fogo Celeste

O Dirigente das Almas

O Dirigente da Lei Oculta

arcanjo e o SIGNIFICADO Do nome

O Arcanjo é MIGUEL, cuja grafia correta é MIKAEL, que traduz silabicamente:

MI – O Centro Vibratório;

KA – o Céu, o Éter, que cobre e protege

EL – Deus

O centro vibratório do céu de Deus

 

ORIXAS, GUIAS E PROTETORES

 

[1] SHA ou SAN ou ainda CHAM ou CHÃ, que gerou CHA, ou , traduz-se como Fogo – Senhor – Dirigente.

 

[2] A sílaba CHAM ou SHAN é de muita força para certas invocações da magia celeste.

 estrela de Xangô

Abaixo destas Entidades temos os Guias.  Algumas Entidades no Grau de Guia da Vibratória de Xangô:

Caboclo Alafin

Caboclo Pedra Roxa

Caboclo Cachoeira

Caboclo Pedra Ruiva

Caboclo Cachoeirinha

Caboclo Rompe Ferro

Caboclo do Sol e da Lua

Caboclo Rompe Fogo

Caboclo do Vento

Caboclo Rompe Serra

Caboclo Embamba

Caboclo Rompe-Aço

Caboclo Gira Mundo

Caboclo Sumaré

Caboclo Japuruá

Caboclo Urucutango

Caboclo Junco Verde

Caboclo Urucutum

Caboclo Nazaré

Caboclo Ventania

 

Abaixo destas Entidades temos os Protetores.  Algumas Entidades no Grau de Protetores da Vibratória de Xangô:


Caboclo do Raio

Caboclo Pedra Verde

Caboclo Itapiranga

Caboclo Quebra Pedra

Caboclo Sumaré


ATUAÇÃO E MANIFESTAÇÃO MEDIÚNICA

Nessa Faixa Vibratória estão situados todos os espíritos que se apresentam na Umbanda sob a forma de Caboclos. Na adaptação popular dos terreiros diz-se como Linha do Povo da Cachoeira, Linha de São Jerônimo, etc.

 

Os Orixás Menores dessa Vibratória, via de regra, não baixam, podendo fazê-lo muito raramente e em geral somente em giras mediúnicas ou para dar certas mensagens ou consultas ligeiras, embora profundas, quando haja necessidade premente da atuação da Vibratória de Xangô, como nos casos kármicos tormentosos que necessitam de uma alternativa ou esclarecimentos diretos por quem é de direito, no caso dos Orixás de Xangô. Só baixam se o médium estiver em perfeita sintonia com os mesmos e no grau próprio, obviamente.

 

As Entidades no grau de Guias baixam mais constantemente, mas devido à grande atuação no campo emotivo do médium, exige que o mesmo não esteja debaixo de emoções obsessivas e outras que fujam por completo da atividade mediúnica. São Entidades que levam seus aparelhos dentro de determinados conceitos, não admitindo erros sobre erros. São pacientes e tolerantes, mas no tocante à disciplina moral e mediúnica do médium, são rígidos, embora não inflexíveis, e se o médium não estiver dentro dos padrões morais-vibratórios adequados, enviam através do entrecruzamento vibratório, Emissários no grau de PROTETORES de outra Vibratória, em geral Ogum ou Oxossi. Quando encontram bons médiuns, além da mecânica da incorporação utilizam-se de outras formas mediúnicas, tais como: a clarividência, clariaudiência, irradiação intuitiva e outras.

 

Os Protetores atuam mais constantemente no dia-a-dia dos terreiros, usando de suas qualidades para neutralizar o ambiente emocional negativo do terreiro, como também direcionam Entidades negativas e mesmo desorientadas que acompanham as humanas criaturas nas sessões de atendimento público. Quando baixam, atuam dando consultas profundas, mas que sempre atendem o equilíbrio emocional, mental e físico. São também portentosos no combate, em suas causas, das correntes de Magia inferior, desmantelando verdadeiras falanges do crime, com seus magos-negros frios e cruéis. Como dissemos, as Entidades de Xangô estão diretamente ligadas à CORRENTE DAS SANTAS ALMAS DO CRUZEIRO DIVINO, o qual é de ação e execução sobre o planeta Terra.

 

Nas manifestações mediúnicas, as entidades de Xangô, atuam no Corpo Astral do médium principalmente na região do chakra cardíaco, que tem sua equivalência no Corpo Físico no Plexo Cardíaco, no coração.

 

Assim se entrosam no corpo astral de maneira semi-brusca, refletindo-se em arrancos no corpo físico, quando então pegam rapidamente o psiquismo, o sensório e a motricidade do médium. Vibram com bastante força sobre o aparelho mediúnico, fixando seus fluídos com muita intensidade no plexo cardíaco, com aceleração pronunciada da freqüência e a força de contração cardíaca.

 

Falam pouco, mas de forma bem audível, com consultas rápidas e profundas. Fazem uso de fumaça dos charutos, fazendo através desses elementos certos ajustes no Corpo Etérico do médium.

 

Seus pontos cantados são sérias invocações, de imagens fortes, em geral cantadas de forma grave e traduzem ou alertam sobre a Lei Divina e sobre o Karma, embora utilizando simbolismos e podem ser cantados em vozes baixas. São coroadas de imagens que sempre lembram a PEDRA como obstáculo, o MACHADO como aquele que corta os males, o CORISCO como o Poder da Luz das Almas ou o Poder da Justiça Cósmica.