Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.6/5 (3122 votos)


ONLINE
1




Partilhe este Site...

Flag Counter

Calendário lunar

 


16- Um Alvorecer Que Ainda Tardará Em Acontecer
16- Um Alvorecer Que Ainda Tardará Em Acontecer

 
                            Foto de TUO CPB RJ.

 Umbanda: Um Alvorecer Que Ainda Tardará Em Acontecer

 

 

Esta célebre passagem proporcionada por Matta e Silva é auto-atualizadora.

Isto é, em qualquer época ou lugar onde se observe deturpações da Tradição da Lei de Umbanda, ela servirá como um mecanismo regulador para nos ajudar a refletir e encontrar o bom senso nas questões que irrompem, desafiando o equilíbrio das consciências no mundo físico.

Na atualidade, por exemplo, observamos que basta o indivíduo vestir uma túnica ou bata (?) azul, para de forma instantânea, o mesmo passar a comportar uma sabedoria magística capaz de atingir os mais profundos graus iniciáticos por dentro e por fora da Umbanda.

Infelizmente, toda uma literatura que foi constituída após o desencarne de Matta e Silva, cujo conteúdo expresso patenteava claramente o seu autor como referência exclusiva e majoritária no que diz respeito à Umbanda Esotérica, contribuiu para estabelecer como realidade, um verdadeiro quadro de profundos devaneios, totalmente condizentes com aquelas aspirações ambiciosas verificadas em todos os tempos, naqueles que nada mais almejam através dos ensinamentos sagrados da Lei, o poder, para fazer da mesma, unicamente, uma extensão de si mesmos.

Se na época de Matta Silva a coisa já era difícil, imaginem agora onde os símbolos sagrados que foram patenteados nas areias de Itacuruçá, são maciçamente copiados e reproduzidos sem o conhecimento positivo do eró como substrato primordial necessário para validá-los perante o Astral Superior e, mui principalmente, sem a devida autorização e condição espiritual para isso.

Vivemos uma época negra nas coisas da Umbanda e está por demais longínqua a época do seu real alvorecer.

 

Santa Paz

Tarso Bastos